O Poder da Liderança

Tudo na vida precisa de um líder!!!!

Sim, é isso mesmo. Um grupo de amigos precisa de alguém para organizar as festas, um grupo de igreja precisa de um padre, um time de esporte precisa de alguém que seja o “capitão”, uma família sempre tem um líder que define as regras, as importâncias, os eventos onde todos estarão juntos, um navio precisa de um comandante, um avião de um piloto. A história tem inúmeros líderes que tanto fizeram, como Martin Luther King, Cristóvão Colombo, Pedro
Álvares Cabral.

Assim, uma empresa ou um departamento, obviamente, também precisa de um líder.

Líder é aquele que mostra a direção, mostra o que é importante, o que deve ou não deve ser feito, mostra o propósito daquele grupo. É ele que mantém o grupo unido e que influencia todos a irem na direção escolhida, seja esta um bar ou a descoberta de novas terras.

Sendo assim, fica fácil entender o poder que um líder tem sobre as pessoas que o seguem.
Sim, porque líder tem seguidores. Os seguidores admiram aquele líder, que passa a ser um exemplo para ele. Talvez o líder nem perceba isso, mas os seguidores tem o líder como uma referência.

Agora imaginem essa pessoa que você tem como referência fazer algo que te machuque, como ser rude com você ao te passar uma tarefa (e aqui estamos falando de líderes em empresas), ou nunca te dar um feedback sobre o seu desempenho. Imagine esse mesmo líder não tendo tempo para demonstrar um pouco de interesse sobre você como pessoa, pois nunca pergunta como você está, como está sua família. Imagine esse líder te dando uma bronca (e não um feedback) porque você fez algo que não estava conforme as expectativas dele ou dela.

Qual será sua reação perante um “líder” (ou será que estamos falando de chefe?) como esse?
Certamente, você não terá vontade de ir trabalhar, você estará desmotivado, ficará doente com frequência (sim, pois isso acontece), não dará o seu melhor nas tarefas e, quem sabe, se essa situação continuar, você pode até pedir demissão – não da empresa mas do chefe!!!! E aí, as consequências podem ser muitas: você ficar sem emprego por muito tempo, ter problemas financeiros, ter problemas na família, ou até, como aconteceu comigo, se tornar um/a
empreendedor/a. O que pode ser bom também, mas não deixa de ser uma mudança drástica em sua vida, e tudo por conta de um chefe mal preparado, que não se importa com sua equipe e, provavelmente, nem gosta tanto assim de pessoas.

Agora imaginem um líder que chega ao escritório todos os dias cumprimentando sua equipe, toma um cafezinho com calma e pergunta a algumas coisas de suas vidas pessoais e daí diz: “pessoal, agora vamos trabalhar”. E então começa seu dia chamando um a um, dando instruções calmamente, cobrando resultados e tentando entender o porquê do resultado eventualmente não ter sido o desejado, ensinando o que deve ser ensinado, acompanhando o trabalho da equipe, envolvendo todos na solução dos problemas. Um líder com bom humor e que respeita e gosta de sua equipe e que deixa claro a todos para onde a empresa está indo e a importância de entregar resultados.
Que delícia trabalhar assim!!!! Isso pode fazer com que você vá trabalhar mais cedo para agradar seu líder, você vai ter vontade de sair da cama, vai dar o seu melhor, vai estar completamente engajado naquela causa.

Porque não pode ser assim sempre?

Eu acredito que todos nós temos o poder de escolher que pessoas queremos ser. Se você é líder e está no primeiro exemplo (de chefe), repense suas atitudes, procure ajuda pois você pode estar fazendo mal a sua equipe e à sua empresa. Espelhe-se no segundo exemplo, o do líder de verdade, e com vontade e energia mude!!!

Tudo por pessoas mais felizes em seu ambiente de trabalho e, consequentemente,
trabalhando muito melhor!!!

Bom caminho de desenvolvimento para você!